segunda-feira, 3 de março de 2008

The Constant - A Visão Jater



Episódio FANTÁSTICO!

Acreditamos que o episódio 4.05, “The Constant”, até o momento, é o episódio mais comentado dessa S4.

Um episódio brilhante, com características e elementos suficientes para agradar a todo o tipo de fã de Lost, das mais diversas preferências. Atuações maravilhosas (Ian Henry Cusick e Jeremy Davies, especialmente), história incrível, muito bem interligada, que nos deixou com sede de “eu quero muuuuuito mais”! E teremos, é só esperar! :)

Mesmo em meio a tantas informações relevantes para a trama de um modo geral, não podemos – e não iremos – deixar de referir a grandiosa carga emocional/sentimental presente neste episódio. Sim, do ponto de vista “shipper”, foi perfeito! A história de Desmond e Penny arrancou muitas lágrimas, emocionou, chegou fundo no coração de muuuuita gente (incluindo boa parcela das Guavetes! Hehe...)!

O sonho de todo shipper é ver algo desse tipo acontecendo com seu casal preferido! Ter a oportunidade de assistir este tipo de reações, de envolvimento, de confiança, de reconhecimento de sentimentos e, especialmente, da expressão desses sentimentos sem qualquer pudor ou receio, é, definitivamente, sonho de TODOS os shippers!

Incluindo nós, Jaters!

E daí surge o questionamento: quando é que Jack e Kate atingirão esse estágio de entrega a seus sentimentos, hã?!

É impossível deixar de relacionar o amor Des/Penny com o amor Jate, mesmo porque, há muitas semelhanças entre as personalidades envolvidas e os obstáculos enfrentados para viverem seus respectivos romances.

Ok, em algumas situações os pólos se invertem, como por exemplo: enquanto Kate e Desmond se sentem “inferiores/imperfeitos” diante das figuras amadas, Jack e Penny sofrem por sua indecisão. Enquanto Kate e Desmond fogem, Jack e Penny aguardam pacientemente (ou nem tanto)! Enquanto o orgulho se sobrepõe, a história não se completa (que o digam Penny e Kate!). Mas...

Enquanto houver amor, há sempre a esperança! Enquanto Penny continuar buscando Desmond, haverá a esperança! Enquanto Desmond guardar sua foto, restará a esperança! Enquanto Kate continuar “voltando”/pensando/sofrendo por Jack, e enquanto Jack estiver lutando/defendendo/protegendo Kate, ainda haverá esperança!

A “esperança” referida aqui, não diz respeito ao sentimento – porque este já existe, eles se amam, isso é fato –, mas diz respeito, sim, a concretização desse amor e a conseqüente transposição das barreiras.

Após esse episódio, acreditamos que todas se perguntaram: por que esperar tanto para fazer a coisa certa, Desmond? Por que fugir daquela forma? Por que não enfrentar as dificuldades?
Logo, nos vem ao pensamento, mas e Jate, por que estão repetindo o mesmo erro? E quanto tempo levarão para superar isso?

Vejamos alguns comparativos entre a relação Des/Penny e Jate:

A situação de Jack e Kate no futuro (Through the Looking Glass) é basicamente onde Des/Pen estão nesse ponto. Eles foram separados direta e indiretamente como resultado da ilha, desentendimentos, circunstâncias. Não por falta de desejo, amor ou vontade de estarem juntos...



Adorável o momento quando Des diz, "I need to see you", quando liga para Penny da cabine telefônica. Isso soou tanto como Jack em "Through the Looking Glass" e partiu nossos corações!





A cena com Des/Penny ao telefone, nos pareceu o reverso da cena do walkie talkie entre Jack e Kate em “Not in Portland”, quando Kate conta a história para Jack. Você tem Jack falando para Kate partir e nunca mais voltar e Kate o deixando, mas na certeza de que muito em breve voltaria por ele, para buscá-lo! E Des liga para Penny e ela diz que vai achá-lo, que ela vai salvá-lo.



Continuando os paralelos, Penny no passado pensou que Desmond estava louco falando do futuro, enquanto Kate no flashfoward do “Through the Looking Glass” não estava convencida com a afirmação de Jack "We have to go back!". Sem mencionar que existe um ponto em comum entre as duas mulheres, ambas rejeitaram ajudar seus amados, evitando telefonemas, e pedidos para vê-las, etc...

Neste episódio, Penny revela que ela sabe sobre e essencialmente acredita no que Des está dizendo sobre a ilha. Ela esteve o procurando por 3 anos (mesmo tempo estimado que Kate e Jack estão fora da ilha nos FF?), mas precisava de um sinal para guiá-la na direção certa de como reconectar com ele (literamente e figurativamente).

Depois da exposição de todos esses elementos de conexão, citados acima, e a ironia dramática em detalhes do tipo: Kate fala que não vai a lugar nenhum em “Eggtown” e "We have to go back" (“Through de Looking Glass”), os eventos de "The Constant" espelham um reencontro físico e emocional de Jate para fazerem uma jornada de volta à ilha.

Mais algumas palavras ditas por Des/Penny, as quais refletem passado e presente de Jate:

* "Você acredita em mim, você ainda se importa comigo..." - Desmond


Jack obviamente não pensa que Kate o levou a sério sobre voltar para a ilha ou ela pelo menos tentou veemente negar que eles deveriam. E como mencionado acima, ele tem tentado ligar para ela repetidamente, deixando mensagens e até começou a implorar para ela encontrá-lo no aeroporto.

Temos, ainda, a impressão que o desespero dele era muito mais do que apenas a ilha. Foi como se Jack se sentisse perdido sem Kate, e se importasse muito que ela acreditasse nele, que os dois devem voltar à ilha, qualquer que seja a razão.

Então, definitivamente, Kate age como Penny, apenas ouve Jack, e não apenas o que Jack está lhe dizendo, mas o vê como olhos admirados, pelo homem que ele se tornou em “Through the Looking Glass”, ou seja, basicamente um produto da situação.

* "I will come back to you" de Desmond espelha "I will come back for you" de Jack!



* "I love you. I've always loved you. I'm so sorry".


É basicamente o esclarecimento de Jack na garagem de "Eggtown".


* "I won't give up, no matter what".


É seguro dizer que Kate não desistiu totalmente de Jack sobre o que acontece em "Through the Looking Glass".

* "I promise, I promise".



Jack e Kate tem uma larga parte de promessas ("I've got your back", "If you need me you know where to find me", "I cant' leave without you", etc).

Então, é basicamente isso: "The Constant" tentou racionalizar algo que não possui razão! Transformar o amor em equação, foi, sem dúvida alguma, uma das situações mais bem postas do episódio!

O conceito, a idéia transmitida de que, mesmo em meio ao caos e a confusão, cada equação tem uma "constante" e somente assim poderá cumprir com sua função, é um comparativo fantástico, uma metáfora brilhante!

No mundo das ciências, da exatidão, uma equação sem sua constante, é inócua, sem utilidade, sem função, e não serve para qualquer propósito.

Assim, como no mundo dos sentimentos, enquanto não há uma razão, um porquê, enquanto não há uma “constante”, a vida parece sem sentido e, igualmente, carece de um propósito!

Jack e Kate, sem dúvida, constituem suas respectivas "constantes", tanto em seu passado (na ilha), como em seu futuro (nos flash-forwards). Uma vez que, Penny e Desmond somente corroboram aquilo que nós, jaters, pensamos a respeito de AMOR de verdade, ou seja, eles nos apresentaram o verdadeiro amor “épico”, aquele que pode não ser vivido fisicamente (seja por que motivo for), mas que está SEMPRE presente, na mente e no coração dos apaixonados.

Sempre vimos isso em Jate (desde o episódio Piloto), e isso está presente em sua história, assistir Des e Penny nesse episódio incrível, somente reforçou a nossa crença de que, pode até demorar, de que muitas dificuldades podem surgir, mas que, ao final, o que subsiste é o que se sente de verdade, o que impera, é o amor, mas o amor de verdade!

Sooo, Jate is fate!

5 comentários:

Mrs. Darcy disse...

Análise e comparações mais que perfeitas!
Desmond e Penny, Jack e Kate.
Sem dúvida, os verdadeiros ships de Lost. \o/

Um grande beijo para as minhas queridas jaters e epi 4x06 vem aí!

Preparem os corações!

Mrs. Weasley disse...

Episódio perfeito! Aliás, um grande "pedala" nos não-shippers, que insistiam em dizer que romance não era importante em Lost! Hahahaha!
Isso sim é épico! Isso sim é lendário! Isso sim é OTP!
O resto são só distrações no meio do caminho... ;-)

ana paula disse...

Não tinha pensado nesse aspecto comparando Jate com Des e Penny! Mas faz todo sentido! Ambas são as histórias de amor mais profundas e verdadeiras de Lost!

A única diferença é que enquanto Jate tem um triângulo AMOROSO (agora quadrângulo), Denny tem eles dois e o pai dela, como antagonista, mas é um triângulo de qualquer forma!

Só temo que nós, jaters, tenhamos que esperar ainda um bom tempo para ver nosso amado ship atingir a perfeição que atingiu a história de amor de Des e Penny!

DARLTON, POR FAVOR, OUÇA NOSSAS VOZES E NOSSOS CORAÇÕES! DÊEM PARA JATE A HISTÓRIA QUE ELES MERECEM! COM CENAS BELISSIMAS COMO AS QUE ACONTECERAM EM "THE CONSTANT"! PLEASE!!!!!

Mrs. Winchester disse...

Realmente, um LINDO episódio!! Acrescentou muito para a série.

Amo Lost como um todo, e Jate em especial.

Mas, confesso, que em alguns momentos (como nesse epi.), a trama, a história, se sobrepõe a qq outro tipo de sentimento ou impressão...

A forma como eles apresentam e contam a história, FBs, FFs, e tudo mais, é encantador e viciante!!

Maaass...

De qq forma, esperamos o Natal na ilha, preferencialmente um "Jate Christmas", e que venha o resto dessa história que quase mata a gente de ansiedade!!

Ahauhauhua....

Pra não perder o costume, JATE is FATE!! Ahuahuhaua....

Miss Sunshine disse...

"O que impera, é o amor, mas o amor de verdade!"

Eh tão bom ler um post como esse e ter a certeza de que, mesmo que demore, Jate irá se concretizar... A sensação eh ótima :D

Sem dúvida, os casais VERDADEIROS de LOST são Jate e Dope. Depois dessa comparação do nosso amado ship com Des&Pen, quem ainda não acreditar que Jate is Fate... Eh melhor se matar :P

Post perfeito! Assim como o episódio.
Alguém ai tá com medo do 406? Eu tô um pouco... Mas depois passa :P